domingo, 29 de janeiro de 2017

Tô pensando se é o momento de entrar nos investimentos no exterior

Fala galera da Finansfera!



Calma galera, estou decidido a colocar parte do patrimônio no exterior sim, como falei aqui e aqui, e ainda não mudei de ideia. O que estou me referindo é o atual momento, digo esta semana, este mês, este bimestre.

Mr Trump assumiu a presidência dos EUA e já canetou várias polêmicas que não eram novidades. O mercado financeiro americano deu uma disparada boa este ano e foi quando comecei a me questionar.

Mesmo que eu vá começando aos poucos por ETF na Irlanda, ainda sim fico observando o mercado de ações pois pretendo também diversificar com algumas ações.

Mas o que me chamou a atenção essa semana é que tá tudo esticado. O mercado está em uma euforia danada e os preços tem subido bastante nas últimas semanas.

Reparem os preços de algumas ações e ETF nos últimos 6 meses.









É claro que sempre existe algumas ações que não seguiram a tendência mas temos que estudar o caso para saber o que aconteceu, como é o caso da J&J.



Mesmo com as máximas de que "preço não importa", "ações sempre vão dar lucro a longo prazo" e mais algumas outras, eu sempre procuro analisar o momento em que o mercado se encontra para realizar uma compra.

Não me sinto confortável em comprar algo quase no teto histórico só porque sei que no longo prazo vai me dar lucro. Se posso comprar um pouco melhor, porque não fazer?

Aí vem a pergunta que a maioria faz. Como você faz pra saber se o preço vai cair? E eu respondo: Não sei! A única coisa que faço para ficar mais confortável é dar uma analisada nos gráficos e ver como anda o IFR, volume, suporte, resistência e mais algumas coisinhas.

No caso da J&J podemos perceber que o volume aumentou enquanto o preço da ação diminuía.

Mas se vou comprar ETF na Irlanda, por que me preocupar com o mercado financeiro agora? Simples, porque alguns ETF replicam os índices dos mercados de ações e se tivermos uma realização no DJIA, provavelmente vai afetar o ETF.

Bom, de qualquer maneira está tudo engatilhado para começar os investimentos no exterior. A estratégia provavelmente será a de ir comprando aos poucos e vendo como o mercado vai se comportar nos próximos 6 meses.

O que acham?

Abraço a todos!




8 comentários:

  1. BPM,

    Eu to esperando .. acho o mundo animado demais .. e com valuations esticados demais... mas ... também não sou especialista em exterior . só um curioso por enqt..

    Abs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Rodolfo, quem acompanha o mercado sabe que existem algumas euforias e logo depois vem uma boa realização. Neste sentido estou cauteloso em iniciar com tudo de uma vez mas de qualquer maneira vou fazer alguma compra pra ir aprendendo mais e postar aqui como fiz.

      Agora pela abertura do mercado, as ações que eu sigo estavam caindo e a J&J que havia caído enquanto as outras subiam estava subiu 1,4%, é aquela máxima de comprar o que tá mais descontado.

      Abraço!

      Excluir
  2. BPM,

    Não estou nem aí para isso, a partir do mês que vem começo meus investimentos na NYSE.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha IL, boa! Palavras de motivação!

      Vamos que vamos!

      Abraço!

      Excluir
  3. O índice está no topo, mas existem várias ações sendo negociadas abaixo fo preço em tese.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tem né CF, mas minhas pesquisas estão fracas, tenho que analisar mais ações no exterior.

      Tem alguns palpites aí?

      Abraço

      Excluir
  4. Eu também estou em compasso de espera... Já tem uma crise pronta para estourar... pode ser este ano, pode ser ano que vem... pode demorar alguns anos... Mas vai estourar uma nova crise sem precedentes... A bolha de crédito hoje é muito mais profunda que a bolha imobiliária de 2008... China está em maus lençois... Juros reais negativos no mundo desenvolvido... Enquanto a crise não explodir não aportarei recursos no exterior...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IR, realmente a China tá com um problemão aí. Lí outro dia algo sobre ela que vendeu 3 bilhões de dólares pra colocar dinheiro no mercado lá.

      Problema é quando vai estourar essa crise? Daí a gente fica com dinheiro parado por muito tempo. Se estourar essa crise não adianta ter dinheiro no Brasil, vai estourar pra todo lado então fazer o que? Deixar no colchão?

      Após ler o livro do Siegel atualizado eu ví que ele teceu comentários sobre a crise de 2008 e acho que os especialistas estão focados em resolver problemas como o que aconteceu antes de acontecer de novo.

      De qualquer maneira, vou comprando ao poucos com cautela.

      Abraço!

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, colabore com a comunidade rumo à independência financeira!