domingo, 16 de abril de 2017

Minha viagem às Ilhas Canárias - Gran Canária 🇮🇨

Fala galera da Finansfera!


Recentemente fiz uma viagem para as Ilhas Canárias. Estas Ilhas são parte da Espanha apesar de estarem mais próximas ao Marrocos e ao lado do Western Sahara. 

No arquipélago, há um total de 7 ilhas habitadas que podem ser visitadas. São elas: Gran Canária, Tenerife, Lanzarote, Fuerteventura, La Gomera, El Hierro e La Palma.

Visitei recentemente 3 ilhas: Gran Canária, Tenerife e Lanzarote. Dividirei o post em 3 partes sendo uma para cada ilha e desta maneira fica mais leve e mais fácil de ler, além de facilitar as buscas no google para quem quer informações de apenas uma das ilhas.

Esta primeira parte falarei de Gran Canária.

Gran Canária é uma ilha com um vulcão no meio, então podemos considerar que é uma ilha vulcânica, se é que posso chamar assim. É um excelente lugar para viver e visitar. A qualidade de vida é extremamente alta e afirmo isso não com base em pesquisas ou leituras em blogs e sites na internet, falo isso por já ter ido lá 3 vezes e constatado. 

Interessante que não encontrei brasileiros por lá. Parece que os brasileiros visitam mais os lugares convencionais pois quando vou à Paris ou Londres praticamente não preciso falar nem inglês nem francês nas ruas porque podemos encontrar brasileiros em todos os lugares, nem vou comentar dos Estados Unidos. Mas isto foi outro fato que me chamou atenção, os brazucas precisam sair do convencional e conhecer outras belezas.

A Ilha tem um ar de férias permanente uma vez que o clima lá fica em torno de 25 graus o ano todo.  Sabe aquele lugar agradável que durante o dia faz o calor necessário e a noite aquele fresquinho para que não seja necessário ligar o ar condicionado? Então, isso é Gran Canária.

Uma coisa muito interessante que realmente me chamou a atenção foi a quantidade de idosos. Não sou pesquisador para saber o índice de idosos na ilha e tal mas não preciso ser do IBGE para ver que pelo menos mais de 50% da Ilha é composta por idosos. Pela manhã eles invadem as praias e as vias de caminhada e a tarde podemos vê-los nos cafés e passeando com cachorrinho. Fui com minha namorada e em vários lugares éramos quase os únicos jovens, chegava a ser engraçado.

Não sei precisar o número de praias na Ilha mas posso afirmar que são muitas. Em Gran Canária os lugares mais famosos são Las Palmas e Maspalomas.

Las Palmas fica ao norte da Ilha a mais ou menos 35 minutos do aeroporto e é onde considero o melhor lugar para viver parte da aposentadoria. Sim, digo parte da aposentadoria porque não quero viver todo o tempo no mesmo lugar mas acho válido passar 1 ou 2 anos na Ilha. 

Listarei aqui os pontos que visitei.


  • Praia de Las Canteras.


Em Las Palmas é o ponto mais movimentado. Excelente praia sem ondas gigantes e com grande faixa de areia com um calçadão agradabilíssimo para caminhar, correr, passear com o cachorrinho ou somente ficar sentado observando a praia. Possui também vários restaurantes e cafés. Junto a tudo isso ainda há comércio bem local com pequenas fruteiras e mercados para comprinhas. Se fosse fazer um paralelo diria que Las Canteras é uma mini Copacabana do Rio de Janeiro mas sem a preocupação com a segurança.



Bem pertinho ali de Las Canteras existe um parque chamado Santa Catalina. Um lugar bem aconchegante e arborizado com vários cafés e bancos para sentar e passar o tempo aproveitando a paisagem, conversando ou assistindo aos idosos jogarem dominó. Dá uns 15 minutos de caminhada pelas ruas cheia de comércio entre a praia e o Parque.


  • Praia com piscinas naturais



Um lugar espetacular para ficar o dia inteiro sem se preocupar com o amanhã. A água é um pouco gelada mas nada que impossibilite a entrada. Para chegar até lá você pega uma estrada por entre plantações de bananas só que a maioria dessas plantações são cobertas, provavelmente por conta do sol e vento.





  • Caldera de Bandama


Nessa minha visita fui ao Pico da Caldera de Bandama de onde podemos ver grande parte da Ilha e a cratera de um vulcão. Lugar fácil de chegar e no topo há banheiros e um ponto turístico para dar informações. Não precisa reservar várias horas na sua agenda para visitar o Pico, fui após a praia mesmo por volta das 15:30 e uma hora lá em cima tirando fotos e apreciando a paisagem é suficiente.

O caminho para chegar ao topo é muito bonito com algumas palmeiras e um grande precipício de um lado. Uma mini serra.




  • Roque Nublo


Fica no município de Tejeda e é uma rocha emblemática onde pode-se ir até ela seguindo uma trilha bem fácil. O interessante é que a área do Roque Nublo na verdade é um parque bem grande com várias trilhas. Para quem gosta de trecking é um lugar perfeito para passar o dia todo e ir de um lugar para o outro por entre as trilhas. Para aqueles que gostam de escaladas, não deixe de levar seus equipamentos pois há diversas rotas com dificuldades até nível 6. Eu costumava escalar e quando cheguei lá fiquei até empolgado mas não tinha nenhum equipamento. Quase pedi a um alemão que estava escalando para deixar eu dar uma "voltinha" com o equipamento de escalada dele mas achei melhor não.




  • Praia de Maspalomas


É um lugar muito conhecido por ser o mais badalado da Ilha. É por aqui que a diversão, para aqueles que gostam de balada, acontece. Também é uma praia bem grande com uma extensão de areia imensa e estrutura de cadeiras e quiosques por perto. Há um grande problema aqui, venta forte e isso incomoda quem quer ficar na praia tomando sol.

Junto da Praia há uma área reservada ao nudismo. Ela fica atrás das dunas então quem quiser ver os peladões, basta escalar um pouco as dunas e apreciar a vista, só que não. Lembram que falei que a Ilha tem mais de 50% de idosos? Então, já dá pra imaginar né. Sem contar que é um lugar bem liberal, então, homossexuais estão por toda parte. 


  • San Agustin e Praia dos Ingleses

Dois lugares bem próximos a Maspalomas com muito comércio e hotéis. No entanto, para quem quer curtir praia, ficar deitado na areia pegando um sol e tomando um banho de mar, não é a melhor opção pois venta intensamente o que inviabiliza estender uma canga e se largar para ficar lagarteando ao sol. 

O acesso é fácil sendo feito pela rodovia GC-1. Para os mais aventureiros, há bastante lugar para estacionar um motorhome e curtir o local sem pagar hospedagem, este tipo de aventura é muito comum na região. Ótimo lugar para prática de windsurf e Kitesurf.



  • Pozo Izquierdo


Não é propriamente uma praia para banho de turistas mas, se quiser, tem lá seu canto. Esta praia é especial e muito boa para os praticantes de esportes aquáticos como Windsurf e Kitesurf. Por lá existem várias escolas destes esportes e você pode agendar um pacote de aulas e começar a aprender durante sua viagem mesmo. 

Dá pra ficar algumas horas observando a quantidade de pessoas entrando e saindo da água com seus brinquedinhos. O lugar é super agradável mas se quiser aprender algum esporte por lá é melhor estar preparado para enfrentar a água gelada! Há junto com o curso o aluguel de roupas de neoprene mas, se possuir a sua própria, leve e economize essa grana. 

Do tempo que fiquei lá observando e tirando fotos não vi nenhuma alma viva entrar na água sem neoprene. Não tem infraestrutura de alimentação, então,  é interessante levar seu cooler com aquele lanche dos heróis. 


Ah, lembra que falei sobre os idosos? Sim, novamente eles dominam até esta região. Muitas pessoas aparentemente com idade acima de 45 anos fazendo windsurf e kitesurf. Realmente eles sabem aproveitar a aposentadoria.


  • Tejeda.

Pense em um lugarzinho aconchegante?! É a cidadezinha de Tejeda no alto da montanha. Por lá há vários restaurantes e cafés onde você pode fazer suas refeições e apreciar a vista. Pegando uma estrada sinuosa como uma serra deve ser, você chega à Tejeda, estaciona pode dar uma voltinha a pé.

Lá fica uma doceira famosa chamada Doceria Nublo. Várias pessoas sobem a serra no fim de semana para fazerem lanche por lá, especialmente grupos de motociclistas. Vale a pena a visita. 

Bom, finalizando tenho a dizer que Gran Canária é um excelente lugar para visitar e morar. Pode ficar um mês inteiro lá que sempre terá algo novo pra fazer e algum lugar legal pra conhecer e aproveitar. Poderia falar muito mais sobre cada detalhe que eu vivenciei, poderia falar sobre os restaurantes, sobre os cafés, sobre os hotéis pois fiquei em dois hotéis diferentes mas aí o post fica grande demais. Resumindo, visite Gran Canária.

Por enquanto é só pessoal.

Abraço!





14 comentários:

  1. Gostei muito da descrição da viagem e da ilha. Muito bonita. O custo de vida lá é caro, você sabe?

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cowboy,

      Custo de vida lá não é caro mas depende de onde você vai comparar. Se for comparar com aquela cidadezinha no interior de Minas vai achar caro mas se comparar com Rio, SP, Brasília e outras grandes cidades, vai ver que é barato.

      Para você ter uma ideia eu aluguei carro por 5 dias e custou 75 euros. Bons hotéis em frente a praia com café da manhã custou 67 euros por dia para duas pessoas e estou falando de turismo. Se for pra viver por lá o custo cai porque aí você começa a conhecer o local, vai ao mercado barato, descobre onde tem desconto e tal.

      Abraço!

      Excluir
    2. Obrigado pela resposta. Moro em Brasilia e vejo que lá é mais do que aqui. Pelo que você falou é mais barato turismo lá também em comparação com as cidades do nordeste.

      Abraços.

      Excluir
    3. Cowboy,

      Já morei em Brasília vários anos e considero o plano piloto e região um dos melhores lugares para se viver pela qualidade de vida. O custo em BSB não acho tão alto assim. Existem os lugares que são normais para uma grande cidade e existem os lugares para os milionários, você pode escolher onde ir.

      Se for comparar turismo com o Nordeste, perdemos feio pra vários países por aí. Se você comprar uma passagem para Fernando de Noronha ou para Jeri, vai pagar o mesmo ou até mais do que um passeio pela Europa ou Sudeste asiático.

      Dá uma lida no post que escrevi sobre viajar é mais barato do que você pensa e visite o site Price of Travel e verá que Rio, por exemplo, entre 136 cidades ranqueadas para viajar, ficou depois da septuagésima posição.

      Abraço!

      Excluir
  2. Lugar marcado pelo maior acidente da aviação de todos os tempos. Tirando isto parece ser um belo lugar para passear.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uó,

      Puxou do fundo do baú hein. Mas o acidente não foi no aeroporto de Las Palmas em Gran Canária, foi em Tenerife. Houve sim uma explosão em Gran Canária e os aviões foram pra Tenerife e o maior acidente aconteceu lá.

      De qualquer maneira Gran Canária é um lugar muito top para se incluir na lista de viagens.

      Abraço!

      Excluir
  3. BPM

    Bacana mesmo! Fugindo do 'mainstream'. Vou acompanhar a parte 2 e 3 para comentar de forma mais apurada.

    Nada a ver com a Espanha, mas não custa perguntar: Leste Asiático (Singapore, Hong Kong, Malaysia, ...) está na lista?

    Abraços amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande TR,

      Sim, já estive no Japão e vou comentar sobre isso também. Esses países que citou estão todos na minha lista adicionados a outros como Tailândia, Camboja, Nepal, Vietnã, Laos, Mianmar, Bali e mais alguns.

      Eu iria para Tailândia e Laos agora mas pesquisando na internet ví que não era a melhor época por ter várias monções e chover forte em determinados momentos o que acaba atrapalhando o passeio. Parece que a melhor época é de novembro à março. Tenho amigos que foram nessa época e adoraram e tenho um amigo indo agora no fim de abril e inicio de maio, vamos ver os relatos dele para saber se vale a pena encarar as chuvas ou não.

      Meus amigos da Malásia me disseram que posso ir em qualquer época mas eles são suspeitos né!

      Olha que interessante, tive uma brecha e vou aproveitar uma oportunidade para fazer uma viagem em breve 😊 legal não?

      Abraço!

      Excluir
    2. Opa, maravilha em BPM! Precisa aproveitar mesmo!

      Tem um colega meu que foi para China. Se apaixonou pela cultura e pelas oportunidades de negócios em sua área. Voltou para o Brasil já planejando içar as velas e partir rumo ao Oriente. É impressionante como certas viagens são verdadeiros estopins para mudanças de rumo na vida das pessoas. Vejo muito disso com os americanos e europeus. Não muito aqui em terras tupiniquins.
      Abraços!

      Excluir
    3. TR,

      Acredito que nós brasileiros somos mais medrosos em relação a empreender, principalmente no exterior. O idioma inglês que é universal, já é uma barreira para nós. Quantas pessoas são habilitadas a falar inglês fluentemente? você escreve em inglês no seu blog e tenho certeza que muitas pessoas não leem pois não sabem e tem preguiça de aprender. Em alguns países muito mais pobres que o Brasil como alguns na África, falam 3 idiomas. O nativo, o de seu colonizador, a maioria francês e ainda falam inglês. São pobres poliglotas.

      É bem verdade que as dificuldades que temos no Brasil para empreender e ter sucesso, acabamos transferindo isso para o exterior também e as vezes nem é tão difícil assim.

      Uma época eu vendia algumas muambas no Mercado Livre e cheguei a fazer contato com alguns chineses pra importar algumas coisas e foi bem fácil. Fiquei imaginando as pessoas que metem a cara e começam a trabalhar com importação até que conheci duas pessoas que fazem isso e são milionárias hoje até porque as leis brasileiras tem grande deficiência em apurar 100% o mercado.

      Tem muita coisa pra ser conversado sobre negócios kkkkk. Bom seria um bar e umas cervejas.

      Abraço!

      Excluir
  4. BPM,

    Fotos sensacionais .... quem sabe um dia sobra um pra eu viajar tb ... rs

    Abs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai sim Rodolfo! Planeje e guarde um pouquinho todo mês, vale a pena.

      Abraço.

      Excluir
  5. Olá BPM,

    Vi seu comentário a respeito da cultura do Brasil e a história sobre a bolsa esquecida no metrô japonês.

    Infelizmente tive um problema numa atualização e na restauração do site, o seu comentário acabou sumindo. Desculpe-me.

    Concordo com o que você falou e em breve falarei sobre essa questão, que a meu ver pode ser ajudada pela privatização do ensino.

    Abçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. II, caraca, lembro que falei sobre várias coisas. Concordei com seu ponto de vista mas disse que o problema vem da cultura do povo. Disse que a privatização da Vale não foi essas maravilhas toda também.

      Não se trata apenas de privatizar o ensino, trata-se de mudar a cultura de um povo e não é apenas com a escola pra fazer isso.

      O comentário ter sumido foi bom pois você fez uma visita aqui kkkkk. Valeu a visita.

      Abraço!

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, colabore com a comunidade rumo à independência financeira!