sábado, 8 de abril de 2017

Viajar é muito mais barato do que você pensa

Fala galera da Finansfera!





Sempre tive muita vontade de viajar o mundo todo conhecendo lugares incríveis que quando criança só via na televisão e não imaginava como fazer para chegar até lá e foi a partir daí que comecei a querer entender como viajar para o exterior. 

Lembro bem que uma vez aos 8 anos de idade uma amiga da família foi para os EUA e casou com um americano e tempos depois foram visitar o Brasil. No momento em que ví o americano falando somente em inglês vindo diretamente dos EUA eu fiquei imaginando na minha cabeça alguém vindo de outro planeta. Verdade isso, minha imaginação como no Fantástico Mundo de Bob, para àqueles que assistiram o desenho, imaginei uma pessoa vindo de outro planeta.

Bom, o fato é que só consegui fazer minha primeira viagem ao exterior em 2011 e para onde foi? Claro, Miami e Orlando. Visitei 5 parques do complexo da Disney e alguns lugares em Miami. Fiz algumas compras de roupas, perfumes e tênis bem ao estilo brasileiro que vai desesperadamente para os EUA para consumir.

Passado essa euforia da primeira viagem ao exterior comecei a estudar e planejar várias outras que vou contando ao longo do tempo aqui e publicando na página Viagens. Mas o que quero falar agora é sobre os custos para viajar.

Muitas pessoas acham que eu sou extremamente milionário só pelo fato de conhecer vários lugares. A bem da verdade é que existem muitas dicas para viajar gastando pouco. O que acontece geralmente é que muitas pessoas pensam em viagem como algo para fugir da rotina de modo que para viajar você tem que sair do usual e gastar muito. Pensam logo em hotéis caríssimos, carrões, compras e mais compras. Viajar não é exatamente isso. 

Após algum tempo viajando por aí eu me fiz uma pergunta. O que diferencia os habitantes locais de mim quando estou em algum lugar? O que quero dizer com isso? Se um habitante local acorda, toma café em casa, vai ao mercado, economiza no dia a dia, o que me faz pensar que eu como turista não posso fazer o mesmo? Desta maneira eu passei a viajar muito mais, com conforto e economizando bastante.

Uma dica que passo e sempre faço em minhas viagens e saber escolher bem o hotel. Por exemplo, se vou viajar por 20 dias eu faço o roteiro começando pelo local em que eu vou andar mais e me cansar mais. Desta maneira eu não preciso de um mega hotel pois não vou ficar nele então posso escolher um lugar bem localizado, o que me faz economizar em deslocamentos, e seguro podendo ser muitas vezes três, duas estrelas ou até mesmo um Hostel. 

Quando fui à Washington eu parti de NY deixando a mala na casa de um amigo, levei só uma pequena mala de mão e fiquei 3 dias andando o dia todo, neste caso me hospedei em um bom Hostel. Café da manhã eu tomava no Starbucks.

Quando fui às Cataratas do Niágara eu comprei uma excursão de ônibus cheio de chineses, saindo de ChinaTown em NY, que já incluía hospedagem e guia, sendo assim economizei bastante e conheci um lugar espetacular.

Um Avant-premiére sobre Niagara Falls


Já se estiver no fim da viagem escolho um lugar mais tranquilo para ir e geralmente pego um hotel melhor como um quatro estrelas e até mesmo um SPA ou Resort, neste caso pago um pouco mais para relaxar.

Falando de como viajar gastando pouco temos diversos sites e blogs onde podemos obter muitos relatos e informações bem legais. Farei um post específico sobre isso mas hoje quero mostrar um site bem legal que eu sigo, chama-se:

Price of Travel


Este site tem muita informação legal com preços bem camarada para mochileiros principalmente. Nele há vários post fazendo um ranking entre lugares distribuídos por continente, pais, preços e demais filtros.

136 World cities ranked cheapest to most expensive: Backpacker Index for 2017


Aqui vocês podem ver os lugares mais baratos no mundo para viajar considerando o seguinte, por dia:
  • Uma cama do dormitório em um albergue bom e barato;
  • 3 refeições;
  • 2 passeios de transportes públicos;
  • 1 atração cultural paga; e
  • 3 cervejas baratas (como um "fundo de entretenimento").

Assim ele lista os lugares mais baratos com dignidade. Você não precisa passar fome para conhecer um lugar muito menos esbanjar como nos filmes. Pense como se você estivesse passeando pela sua cidade. Você não gasta milhões quando está na sua cidade nos finais de semana indo comer em restaurantes caríssimos nem fazendo compras o tempo todo, então encare uma viagem para outro lugar da mesma forma.

O interessante de ver nesta lista é que os lugares mais baratos para viajar estão, em sua maioria, na Ásia. Lugares lindos que estão sendo descobertos agora pelos brasileiros como Tailândia, Laos, Vietnã, Mianmar, e Malásia dentre outros.

Imagina passar o dia inteiro passeando, com alimentação paga e 3 cervejas por menos de 60 reais por dia? Pois isto é possível no Nepal. Se você for ao shopping e fizer uma lanche com cinema já vai gastar 15 de estacionamento, 40 no lanche e 30 na sessão de cinema sem considerar uma pipoca de 25 além do lanche. Daí podemos tirar a lição de prioridades na nossa vida.

Neste ranking o Rio de Janeiro está na 75ª posição, ou seja, é muito mais barato conhecer outros lugares do que o Rio de Janeiro, principalmente para quem não é do Estado e precisa comprar passagem que muitas vezes quase beira o preço de uma passagem ao exterior.

Como sobre viagens tenho muita coisa a falar vou tentar ir comentando aos poucos para não me perder nem para ficar maçante demais. 

Em cada post que eu for publicando vou dando mais dicas de como viajar economizando e gastando pouco. Darei vários dos meus exemplos bons e ruins além de fazer avaliações de alguns lugares os quais já fiquei tendo gostado ou não.

Abraço a todos!



11 comentários:

  1. Opa!
    Vc já pensou em se tornar um nômade digital?
    http://webinformado.com.br/nomades-digitais-brasileiros/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Uó!

      Cara, tô ligado nesse teu site ai. Gostei do artigo apesar de ter achado muito extenso :P

      Então, na verdade já sou meio nômade digital com excessão de que minha aposentadoria só chegará daqui a 12 anos então até lá tô só registrando as ideias de um projeto que tenho.

      Coloquei o AdSense no meu blog justamente pra ver se consigo remuneração suficiente para comprar um domínio e profissionalizar o conteúdo. Sei que você já escreveu sobre isso mas estou um pouco sem tempo para me dedicar mais aos projetos digitais. Vou reler o que escreveu em breve.

      Abraço!

      Excluir
    2. Uó, deve ter algo errado pra comentar no blog, tentei 3 vezes e não consegui.

      Abraço!

      Excluir
    3. Realmente tem um problema lá, obrigado por alertar!
      Esta questão do domínio proprio, em um primeiro momento vc vai ter que investir, depois com o tempo o site se paga.
      Abraço!

      Excluir
    4. Beleza Uó, vou passar lá pra comentar.

      Excluir
  2. Viagens internacionais abrem nossos horizontes de uma maneira incomensurável.

    Até pode ser considerado como gastos de 'consumo' ou 'lazer'. Eu trato viagens como 'gastos com ativo intangível'

    A propósito: qual será a sua próxima?

    Abs BPM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TR,

      Realmente é um ativo intangível! O conhecimento que se adquire quando está viajando é realmente incomensurável. A gente aprende sobre idiomas, costumes, culturas, meio ambiente, inovações e muito mais.

      Acho muito bacana quando converso com alguém que também já tenha viajado para os lugares que fui e podemos trocar informações.

      Sempre falo das prioridades e a minha além de toda parte de investimentos e tal, é viajar. Acabei de retornar das Ilhas Canárias e a próxima viagem já está sendo programada para junho. Mas não pense que eu vivo viajando assim, desta vez é mais uma oportunidade que vou aproveitar por ter uns dias livre.

      Dica: Será para Europa em lugar de lindas praias mas só revelarei o roteiro quando retornar kkkkk.

      Abraço!

      Excluir
  3. Acho que tá na hora deu viajar, valeu pelas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Einstein, na minha opinião sempre é hora de viajar só que nem sempre é possível!

      Precisando de dicas é só falar!

      Abraço!

      Excluir
  4. BPM,

    É um absurdo o que cobram em algumas épocas pra viagens pro nordeste por ex.. tem época que o preço da passagem e dos hoteis da muito mais caro do que ir pros eua ... é um absurdo ..

    Abs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodolfo,

      Nem cito EUA porque é modinha então vamos citar outros lugares. Com o preço de uma passagem pro nordeste e estadia em um hote mediano você pode visitar o fim do mundo no Ushuaia ou por quê não Tailândia, Laos, Vietnã??? Sempre rola promoção de passagens e você pode acompanhar pelo site Melhores Destinos. Ida e volta pra Tailândia por menos de 2,8k e por lá com 70 reais por dia você fica bem, tudo é questão de prioridades e pesquisa.

      Ainda não fui a Fernando de Noronha porque sempre que quero ir o preço é mais caro do que outro lugar no exterior, quem sabe ainda irei?!
      Abraço

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, colabore com a comunidade rumo à independência financeira!