terça-feira, 25 de julho de 2017

Quero investir, por onde começar?

Fala galera da Finansfera!

Ainda na nostalgia de posts antigos, olhem esse que encontrei em fevereiro de 2016. Novamente vou postar na íntegra.




"Quero investir e tenho um amigo que disse que um colega de trabalho dele investe e ganha 30% ao ano com ações e garante rentabilidade acima da média para curto prazo."

Fala galera!
Quantas vezes já ouvimos alguém dizer uma frase parecida como esta aí em cima? Uma frase sem nenhuma garantia, sem nenhuma análise, sem dizer nada concreto mas que empolga aquele que deseja iniciar nos investimentos e ficar rico hoje a tarde ainda. 

Resolvi escrever este post após várias conversas em um grupo de amigos. Discutimos bastante sobre investimentos e não foi diferente, a maioria não entende, confia em alguém que promete algo mirabolante e ainda por cima fica com receio de acreditar em você, que lê todo dia e estuda investimentos, o melhor de tudo é que o cara que "garante" aquela rentabilidade ainda é defendido pelo seu amigo kkkkk, só rindo!

Então, para tentar dar um norte para quem deseja iniciar nos investimentos e não sabe o que fazer, aí vai a primeira dica: Você não vai ficar rico de uma hora para outra, não existe almoço grátis e aprenda um pouco sobre o que quer fazer e não confie totalmente nas opiniões dos outros.

Vou fazer uma lista de coisas a serem observadas para que você aprenda a investir.

1 - TER AS FINANÇAS ORGANIZADAS


Se você não sabe exatamente onde vai cada centavo do seu dinheiro você não pode começar a investir. A primeira coisa a se fazer é organizar suas finanças pessoais. Crie uma planilha, pegue de alguém, procure na internet, existem várias planilhas de controle de orçamento familiar na internet que são excelentes para controle mensal. eu particularmente criei a minha de acordo com minhas necessidades.

Uma coisa que faço pra facilitar meu controle é comprar exatamente tudo no cartão de crédito, deste modo eu tenho as contas todas em um único boleto e acompanho diariamente os gastos. Claro que para isto você deve ter muita disciplina pois vai receber o salário e vai pagar o cartão integral, nem comento sobre as pessoas que gastam mais do que ganham, estou partindo do princípio que você apenas não sabe onde investir mas que gasta menos do que ganha.

Organize suas finanças anotando exatamente tudo o que gasta. Anote os gastos fixos como aluguel, prestação do carro, luz, net, escola, essas coisas e deixe um campo para ir anotando as coisas que surgem esporadicamente. Após saber exatamente onde vai todo seu dinheiro mês a mês então você estará apto para ir à próxima fase!

2 - DEFINA SEU OBJETIVO


"Se você não sabe onde quer chegar, qualquer caminho tá bom" 

Eu sei lá se isso é ditado popular ou algum sábio falou, nem sei se é exatamente assim mas te afirmo que se não traçar uma estratégia, as chances de fracassar são imensas.
Defina o seu objetivo e o quanto vai poupar por mês. Por exemplo, se você consegue aportar mensalmente mil reais, coloque isso na planilha como se fosse uma prestação. Inicie o mês, pague todas as contas e "pague" seu aporte, já transfira os mil reais para o investimento que deseja e depois sim, o que sobrar na conta é seu para gastar no mês.

Seu objetivo é comprar comprar uma casa? Um carro? Faculdade? viagem? Qual é o seu objetivo? A maioria das pessoas querem comprar uma casa ou querem aposentadoria segura.

3 - DEFINA O PRAZO


Após ter as finanças organizadas e ter um objetivo, você consegue estabelecer o tempo para alcançá-lo e com isto traçar a estratégia para chegar lá.

O que é curto, médio ou longo prazo para você? Conversando com um amigo de 26 anos de idade, sugeri que ele comprasse TD para 2024 e 2035 e com isto provavelmente ele poderia se aposentar mais cedo, uma vez que ele ainda tem 26 anos e se traçar uma boa estratégia ele consegue se aposentar até 2035, eis que ele me disse que 2024 é muito longe! Hein? como assim? kkkkkk.

Bom, defina seus prazos. Se pretende se aposentar e não depender mais de trabalho, calcule o tempo que precisa para isto acontecer e tome isto como longo prazo. Esses conceitos que ouvimos por aí de médio, longo prazo, depende muito do objetivo e de quanto tempo tem para alcançá-lo. se você quiser assistir à copa na Rússia então seu longo prazo será este e o curto será fim do ano.

4 - DEFINA SEU TIPO DE INVESTIDOR


Este é um ponto extremamente importante. Você precisa saber que tipo de investidor você é! Gosta de arriscar um pouco para ganhar mais? Não gosta de perder nenhum centavo? Existem vários testes na internet sobre o assunto. Qualquer corretora tem este teste em seu site.

Tenho um amigo que tinha 30k sendo este todo seu dinheiro guardado e me perguntou o que eu achava dele emprestar pra um amigo e receber mensalmente os juros de 2% e no fim de 12 meses receber os 30k novamente. Eu disse que não faria isso com todo meu dinheiro. Existem pessoas que emprestam dinheiro cobrando um juros melhor do que os investimentos pagam e menor que os bancos cobram e com isso os dois saem ganhando mas essas pessoas emprestam apenas 10% de seu capital e não 100%.

Veja se tem coração para o mercado de ações antes de querer entrar nele. Cadastre-se no site da Folha e brinque no simulador que tem lá. Acompanhe o mercado antes de querer investir para ver o sobe e desce e como você se sentirá no caso de ganhar ou perder dinheiro.

5 - ESCOLHA UMA CORRETORA


Se você pretende começar a investir e levar a sério o assunto, precisará escolher uma boa corretora.

Faça uma pesquisa sobre as taxas cobradas, as corretagens, a custódia e o suporte que ela oferece. Por incrível que pareça, meu dinheiro apareceu mais depois que dei importância para pequenos valores.

As corretagens são diversas e pesam bastante na hora de realizar negociações. Existem corretagens diferentes para produtos diferentes. Umas corretoras cobram um preço fixo para ordem executada no Home Broker e outras diferenciam entre executar uma ordem a um lote de 100 ou no fracionário, outras cobram menos quando executa ordem em FII. Algumas não cobram taxa de custódia se você operar pelo menos uma vez ao mês já outras cobram bem caro na custódia como os grandes bancos.

Fique atento também à taxa cobrada quando da compra de TD. Tem bancos que não cobram custódia e outros chegam a mais de 0,5%.

Estas taxas quando somadas no fim do ano surpreendem pelo valor que foi jogado fora. As vezes o mais fácil sai mais caro, ao invés de ficar utilizando seu banco, abra conta em uma corretora. Por exemplo, o banco Itaú cobra 0,45% de custódia na compra do TD, a Ágora cobra 0,23% e tem banco que não cobra. Para quem quer investir à longo prazo, esses valores fazem grande diferença. 

6 - ESCOLHA O TIPO DE INVESTIMENTO


Procure o investimento mais adequado à você. Diversifique mas não abra muitas frentes sem saber o que está fazendo. Tenho um amigo que começou a entender sobre ações e queria abrir uma conta pra investir em Nova York.

Procure entender todos os produtos que o Brasil oferece, todas as taxas e estratégias e depois pense em outra coisa. Existem infinitas formas de investir seu dinheiro, estude e escolha algumas 3 ou 4 e especialize-se. Eu particularmente diversifico entre ações, FII, TD, dólar e vou começar com LCI e LCA.  

7 - PASSE A ENTENDER SOBRE O INVESTIMENTO QUE ESTÁ REALIZANDO


Se você resolve colocar seu dinheiro em algum investimento, no mínimo deve procurar saber o que é aquele investimento. Tome muito cuidado com produtos oferecidos pelos bancos e corretoras, lembre-se que eles vivem disso e querem lucrar com seu investimento, então se tiver quer ficar pagando taxas em investimentos oferecidos pelos bancos ou corretoras, você já começa no negativo.

Leia todo dia algo sobre o seu investimento. Entre nos sites mais especializados e leia cinco minutos das matérias alí postadas. Sites como infomoney, bovespa e o da sua corretora são bons para te dar uma ideia da realidade financeira.

Leia livros do tipo Gustavo Cerbasi que são bons para quem está começando.

8 - TENHA DISCIPLINA


Ter disciplina é a chave para o sucesso. Se tiver a disciplina de manter suas finanças organizadas, anotar tudo o que gasta, investir o mesmo valor mensalmente, ler sobre os investimentos e dar importância para pequenos valores te proporciona 90% de chances de conseguir atingir seu objetivo conforme planejado.


CONCLUSÃO


Não se empolgue com notícias e com conhecidos que tiveram um super sucesso investindo em coisas abstratas. Passe a entender sobre o assunto e faça suas próprias análises. Leia bastante e estude sobre investimentos. Leia os blogs da galera que ruma à independência financeira pois a maioria estuda bastante e não tem vínculo com nenhuma instituição, sendo assim são opiniões mais fidedignas pra mim.

E você, acrescentaria algo neste lista?



Forte abraço!!!

12 comentários:

  1. Excelente BPM!
    Vou até repassar pra um pessoal ler!

    Sucesso meu caro
    TFA

    ResponderExcluir
  2. Excelente Post super completo, um passo a passo, para quem quer investir.

    Estou fazendo uma sondagem no meu Blog, sobre Quantas Ações diferentes devo ter na Carteira, se poderem passem por lá para votar

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
  3. 1 - Ok
    2 - Ok: Me aposentar aos 50 anos, com um líquido que hoje seria 4 mil mensal.
    3 - ok: 13 anos (37 + 13= 50)
    4 - ok: Extremamente conservador, ou seja... baixíssimo risco!
    5 - Á busca de conhecimentos para tal! Atualmente não consigo ainda avaliar nada do que tu colocou neste ítem!
    6 - Aí que está o meu x da questão!
    7 - Aí que está o meu y da questão!
    8 - ok: Já tenho disciplina em outras coisas, acredito que nisto manteria.

    Tô lendo os blogs da galera... mas é difícil para iniciantes encontrar o caminho!!

    Quem me ajuda no 5, 6 e 7? :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lilian,

      Bem legal saber que já atende varias pontos bem importantes. Quanto apenas itens que falta, você tem algumas opções.

      Por ter perfil extremamente conservador significa que você não investirá em ações, nem debêntures e talvez nem em FII, confere? Perfis super conservador tendem somente a investir em renda fixa e neste caso sugiro abrir conta na XP pois ela tem muitos produtos e, renda fixa mas dependendo do seu pique e disponibilidade, abra na rico e na easyinvest também. Se ainda não fez cadastro no Tesouro Direto, talvez seja a hora.
      Essas corretoras são boas por não contar nada para ter renda fixa e não cobram custódia mensal.

      6- seu X da questão é renda fixa. Como citei, pessoas super conservadoras não investem em renda variável.

      7- aqui é um ponto muito importante. Sabendo que a renda fixa é a que mais se enquadra no seu perfil, estude os CDB, LCI, LCA, Tesouro Direto, para aprender sobre qual índice eles estão atrelados antes de investir. Por exemplo, se você investir em todos esses mas cada um deles for atrelado ao IGPM, voce teria uma perda significativa no momento uma vez que o índice tem dado negativo nos últimos meses.

      Sugiro a leitura deste artigo https://buscandooprimeiromilhao.blogspot.com.br/2016/12/voce-ja-calculou-porcentagem-da-sua.html


      Por fim gostaria de lembrar que não sou analista nem consultor, sou apenas mais um da Finansfera em busca de proteger o suado dinheirinho e obter uma renda acima da inflação.

      Excluir
    2. Exato! Não tenho mais pique e coração pra ficar arriscando a perder nessa vida! kkk... vou ter que pesquisar o que é essa XP, rico e easyinvest... não, não fiz cadastro no Tesouro Direto, gostei do passo a passo do Mestre dos Centavos, mas ainda estou com algumas dúvidas... já contei que sou iniciante, beeeem iniciante!!

      Ok. Então vou começar por estudar Renda Fixa, e o que tu colocou no 7... também vou ler o artigo.

      Dá nada que não seja analista nem consultor, é alguém que já aprendeu a cuidar bem do seu dinheiro está em busca da independência financeira e isso que me interessa... e logo eu acho mais outros que me ajudem também! Vou aprendendo com vocês, hehe.

      Obrigada!

      Excluir
    3. Lilian,

      Seja bem vinda ao mundo da Finansfera! Aqui na comunidade tem muita informação legal. Confesso que nem sempre vai achar algo específico para iniciantes e por isso mesmo eu resolvi escrever esses passos a serem seguidos antes de pensar em investir.

      Fique a vontade para perguntar o quanto quiser sobre qualquer assunto, sabendo responder eu responderei e se não souber vou pesquisar para responder.

      Excluir
  4. Muito bom BPM!

    Em seus posts da sessão "Vale a Pena Ver de Novo", percebo que alguns detalhes até podem mudar, mas a essência é a mesma.

    Cada vez chego mais a conclusão de que bons conselhos sobre investimentos são atemporais.

    Parabéns pelo conteúdo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TR,

      Tenho percebido isso. Tem posts de 2014 e não muda muito. O que mais muda são algumas coisas que aprendi a mais e com isso faria apenas um ajuste fino hoje pois é natural o conhecimento aumentar com o tempo.

      O principal objetivo do blog é esse, registrar as ideias do momento e depois ler para ver o que estava pensando naquela época passada. Tem algumas coisas que ajustei no pensamento e outras só reafirmo até hoje. Espero daqui a 5 anos continuar com o blog e poder fazer uma releitura desses posts atuais e ver se mudou algo ou se continuam valendo os mesmos principio.

      Abraço camarada!

      Excluir
  5. Bom posto BPM

    É isso aí foco no seu plano e nos resultados dele. Deixa o pessoal fazer as contas malucas pra lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VDD,

      Vejo cada cálculo mirabolante que nem Einstein entenderia. Pessoal gasta energia com coisa desnecessária.

      Excluir

Deixe aqui seu comentário, colabore com a comunidade rumo à independência financeira!